Warning: Creating default object from empty value in /home/sioms/public_html/view/noticia/code.inc.php on line 38
Novo fórum de Servidores de Campo Grande foi representado pelo presidente do Sioms em audiência do LDO | Sioms

SIOMS SIOMS

Nublado
Máximo: 29º Mínimo: 20º

13 de Junho de 2024





Audiência Pública
02 de Maio de 2023

Novo fórum de Servidores de Campo Grande foi representado pelo presidente do Sioms em audiência do LDO

 

 

 

 

 

A audiência contou com a presença dos vereadores membro da Comissão de Finanças e da Secretária Municipal de Finanças

 

Durante a audiência pública realizada na última sexta-feira (28), na Câmara Municipal de Vereadores de Campo Grande, o presidente do Sioms – Sindicato dos Odontologistas de Mato Grosso do Sul, David Chadid, solicitou aumento de 9% de reajuste aos servidores municipais e fez duas proposições na LDO – Lei de Diretrizes Orçamentárias.

Representando o FORSSA/CG-MS – Fórum Municipal de Representantes dos Servidores: Sindicatos, Associações e Entidades de Campo Grande, David Chadid, protocolou as proposições deliberadas em plenária.

Além do reajuste de 9%, constam no documento a proposta de redução com gastos com contratados e comissionados e a regularização dos salários e adicionais remuneratórios devidos aos servidores efetivos.

O presidente do Sioms e Coordenador Executivo Provisório do FORSSA, apresentou as reivindicações para a categoria, pontuando a urgência das mesmas. “O concursado divide espaço com um funcionário, também importante, mas ele está sendo preterido. O comissionado e contratado recebem integralmente o que foi proposto para ele em contrato. E, o concursado não. Os servidores não estão recebendo a integridade de seus salários, seu quinquênio corretamente”.

Reivindicações

O Fórum, composto por 10 entidades municipais, que representam mais de 40 profissões, reivindica reajuste salarial de 9% linear aos servidores, para o ano corrente, seguindo referência do governo federal.

Em plenária, os representantes dos servidores que compõe o FORSSA, decidiram por solicitar a redução com gastos com contratados e comissionados, visando atingir os limites da LRF com vistas à valorização dos servidores efetivos, com metas críveis e imediatamente aplicáveis de desligamentos e cortes em curto prazo para aplicação do reajuste linear e saúde fiscal do município.

O Fórum também solicita a regularização dos salários e adicionais remuneratórios devidos aos servidores efetivos, tais como quinquênios, classes, letras, enquadramentos, progressões, abonos de permanências, auxílios, insalubridades e periculosidades, entre outros, bem como cumprir as determinações e decisões sobre os mesmos, considerando que estes não ferem a Lei de Responsabilidade Fiscal.

 


CADASTRA-SE PARA RECEBER NOVIDADES DA SIOMS